sábado, 14 de janeiro de 2012


Num mundo de tantos absurdos
Nem me surpreendo mais com tua falsidade
Só não corrompa meu coração
Nem destrua minha paixão

Deixe-me sozinho
Quero fugir desse lugar
Em você já não posso me abrigar

Deixe-me sonhar
E lembre-se
Nunca mais quero acordar!

Vinícius José

Nenhum comentário:

Postar um comentário