quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Vida de vampiros... teatro?


Acreditando que a vida é perfeita
Enfrentando tudo de peito aberto
Como se tudo estivesse certo
Como se todos fossem felizes

Acreditando que o amor ainda existe
Que hoje, ninguém é triste
Tentando achar a beleza do mundo
Sobrevivendo devagar, segundo a segundo

Acreditando na justiça
Na segurança dos inocentes
Sendo soltos os assassinos instintivos
Vendo a morte dos pobres inofensivos

Cansei dessa desilusão
Não posso admitir essa situação
Tanto amor escrito em poesia
Vocês não ligam?Tanta hipocrisia...

Vinícius José x:

Um comentário: